Jurídico · Uncategorized

Queda em cadeira plástica gera indenização por danos morais

Ao julgar a Apelação Cível nº 92173222320058260000, a  6ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão de primeiro grau que condenou uma empresa de promoção de eventos a pagar indenização por danos morais a uma formanda que caiu de uma das cadeiras fornecidas pela empresa.

O juiz de primeira instância, considerando a condição de ambas as partes, fixou os danos morais em 20 salários mínimos. A autora entrou com apelação para que o valor fosse aumentado, mas o TJSP manteve a sentença de primeiro grau.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s